por angelica ca e paulo eneas
As comemorações do Dia da Independência do Brasil nesse 7 de setembro foram marcadas pelo resgaste do patriotismo e demonstrações de amor à pátria e orgulho nacional, sentimentos esses que foram reavivados tão logo Jair Bolsonaro assumiu a Presidência da República.

Famílias vestidas com as cores da bandeira compareceram aos eventos realizados em todo país. As celebrações foram marcadas também pela demonstração inequívoca da popularidade do presidente Jair Bolsonaro, que foi ovacionado diversas vezes durante os desfiles na capital federal.

Em Brasília, a Esplanada dos Ministérios foi tomada pelo público, que fez questão de acompanhar o desfile de 7 de setembro. Cerca de 20 mil pessoas lotaram as arquibancadas, e aqueles que não conseguiram entrar assistiram ao desfile por meio de telões instalados.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal e também de acordo com Comando Militar do Exército, entre 25 mil e 30 mil pessoas assistiram ao evento. Muitas destas pessoas não participavam há anos dos desfiles de 7 de setembro. O presidente Jair Bolsonaro chegou em carro aberto acompanhado pelo filho Carlos Bolsonaro.

Durante o desfile, o garoto Ivo César Gonzales, de 9 anos de idade e filho de uma professor, foi chamado pelo presidente para subir no Rolls-Royce presidencial, e desfilou ao lado do Presidente Bolsonaro durante todo o evento.

A canalhice do Portal G1 durante a cobertura do desfile
O gesto do presidente repercutiu em toda imprensa e nas redes, e ensejou ao Portal G1, das Organizações Globo, a oportunidade de revelar sua faceta hostil e canalha: após publicar matéria sobre a participação do garoto Ivo no desfile, o perfil oficial do próprio Portal G1 fez o seguinte comentário: “Moleque imbecil, vai se alfabetizar“.

O comentário do Portal G1 foi apagado trinta minutos depois, mas foi tempo suficiente para ser registrado e printado por internautas e leitores, gerando uma revolta e indignação em toda rede social.

Inúmeras figuras públicas exigiram que sejam tomadas medidas legais contra o Portal G1 por conta do insulto inaceitável contra um menor de idade. O portal limitou-se a apresentar um comunicado burocrático, e nem mesmo dignou-se a pedir desculpas a Ivo César e seus familiares.

Ao comentar sua participação no desfile, Ivo César disse que esse foi “o melhor desfile de todos” e que isso nunca tinha acontecido na vida dele: “Hoje foi o melhor desfile de todos, porque isso nunca tinha acontecido na minha vida. Conhecer os políticos, andar no carro do Bolsonaro, poder ver as viaturas de perto. Foi um dia muito legal.”

Presidente Bolsonaro quebra protocolo e é ovacionado
O Presidente Bolsonaro surpreendeu a todos durante a celebração ao quebrar o protocolo e descer da tribuna presidencial para percorrer a pista do desfile. Aos gritos de “mito, mito” vindos do público, o Presidente Bolsonaro cercado por seguranças passava em frente às arquibancadas, cumprimentando as pessoas que ali estavam para prestigiá-lo e que também repetiam em uníssono: “Bolsonaro, cadê você?.

O desfile também foi marcado pela presença do Ministro Sérgio Moro ao lado do Presidente Bolsonaro a maior parte do tempo, em mais uma evidência do quanto é mentirosa e desonesta a narrativa que vem sendo plantada pela grande imprensa a respeito de um suposto desprestígio e atrito entre o presidente e o ministro.

Vários ministros,  dentre eles Sérgio Moro, Paulo Guedes, Augusto Heleno, Teresa Cristina, Tarcísio Gomes de Freitas, entre outros, gravaram vídeo cantando o Hino Nacional. O vídeo foi exibido no telão do desfile militar em Brasília.

Além disso, diversos Chefes de Estado parabenizaram o Brasil pelo Dia da Independência. O Secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, emitiu uma carta em nome da embaixada e dos consulados dos Estados Unidos no Brasil e do governo americano, parabenizando o País pelo 197º aniversário da independência.

Na carta, Pompeo ressaltou a parceria entre os dois países na cooperação em diversas áreas, como segurança e defesa, ciência e tecnologia e intercâmbio educacional. Outros países também parabenizaram o Brasil como Israel, Polônia e Ucrânia por meio de seus perfis no Twitter. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário