por paulo eneas
Uma gigantesca fake news internacional contra o Brasil circulou no início da manhã desta quinta-feira (10/10), dando conta de que os Estados Unidos teriam retirado seu apoio ao ingresso do Brasil na OCDE. A notícia foi originalmente publicada pelo website Bloomberg, que citou como fonte um suposto funcionário da OCDE que não quis se identificar, e foi reproduzida pela maioria dos grandes veículos da imprensa nacional.

Alguns desses veículos nacionais reproduziram a mentira da Bloomberg em tom de celebração, comemorando aquilo que seria uma péssima notícia para o Brasil pelo fato de atingir diretamente o Governo Bolsonaro. Não houve por parte da maioria desses veículos o devido cuidado em apurar a veracidade da informação, mas tão somente um copy and paste da mentira publicada pela Bloomberg.

Os Estados Unidos de fato endossaram os pedidos da Argentina e da Romênia de ingresso na OCDE, pedidos esses que foram feitos antes do Brasil. O apoio expresso norte-americano aos argentinos e romenos obedece à cronologia das solicitações e não significa a recusa norte-americana em apoiar o Brasil, a Croácia e a Bulgária, que são os outros três dentre os cinco países que pleiteiam o ingresso. Dentre os cinco, o Brasil foi o último a fazer tal solicitação.

A disseminação da mentira plantada pela Bloomberg e a sua reprodução leviana por parte da maioria dos veículos de grande imprensa nacionais correspondem menos a um erro, mas muito mais ao desejo de grande parte desses veículos de verem o fracasso do Governo Bolsonaro, ainda que às custas dos reais interesses nacionais. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário