Militantes de Esquerda Agridem Apoiadores do Escola Sem Partido

Um homem e uma mulher foram covardemente agredidos a socos e pontapés na noite desta segunda-feira (14/10) por seis militantes de esquerda durante debate sobre Escola Sem Partido que ocorria nas dependências da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco. As vítimas da agressão física foram Maria Cecília Peraro e André Luiz de Almeida Santos.

Ambos são integrantes Movimento Conservador, sucedâneo do movimento Direita São Paulo, e que é um dos mais ativos e importantes movimentos organizados da direita brasileira. Maria Cecília e André Luiz foram agredidos após terem sido encurralados em uma lanchonete nas proximidades da faculdade. Ambos foram atendidos na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Como consequência da agressão covarde perpetrada pelos comunistas, André Luiz precisou fazer três pontos na cabeça devido aos ferimentos. Maria Cecília, por sua vez, perdeu a audição do ouvido esquerdo.

O ato de agressão física foi relatado inicialmente pelo deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP) que participava da mesa de debates e descreveu o ocorrido em seu perfil no facebook. O site Terça Livre publicou a notícia em primeira mão ainda na madrugada de terça-feira. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário