por paulo eneas
Desde ontem (21/10) a liderança efetiva do PSL na Câmara dos Deputados está sendo exercida de fato e de direito pelo deputado Eduardo Bolsonaro que, conforme noticiamos em nota publicada também ontem, teve seu nome ratificado pela Secretaria Geral da Mesa Diretora da Câmara como sendo o novo líder do PSL na casa.

A permanência de Eduardo Bolsonaro na liderança não resulta necessariamente de uma pacificação interna, mas de uma ação judicial impetrada por dezenove parlamentares do partido, todos da ala bolsonarista, que estavam sendo ameaçados de punições pela Executiva Nacional controlada por Luciano Bivar. Estes parlamentares obtiveram uma liminar na justiça de Brasília impedindo o andamento do processo de punição.

Na condição de líder, Eduardo Bolsonaro vem desde ontem tomando as providências que são prerrogativas da liderança para reconduzir deputados fiéis ao Presidente Bolsonaro para as principais comissões do Câmara dos Deputados.

Esses deputados haviam sido afastados de suas funções nas comissões em uma atitude de retaliação pelo antigo líder do partido, Delegado Waldir, membro da ala fisiológica do PSL que é hostil ao Presidente Bolsonaro e que é liderada por Luciano Bivar. Essa ala inclui, entre outros, deputados como Julian Lemos, Dayane Pimentel e Joice Hasselmann.

Os deputados Felipe Barros (PR) e Carolina De Toni (SC) foram reconduzidos como titulares a CPMI das Fake News. Além disso, Eduardo Bolsonaro indicou os deputados Carla Zambelli, Bibo Nunes, Alê Silva Luiz Philippe de Orleans e Bragança como vice-líderes do PSL na Câmara.

Apesar das declarações contrárias dadas à grande imprensa, em um sinal de recuo aparente, ainda existe a intenção de Luciano Bivar de afastar os dirigentes das executivas estaduais de São Paulo e de Rio de Janeiro, presididas respectivamente por Eduardo Bolsonaro e por Flávio Bolsonaro. Os dois diretórios estaduais são formados por maiorias fiéis ao Presidente Bolsonaro. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário