Líder Supremo do Irã Descarta Novamente Negociar Com Estados Unidos

O líder supremo do Irã, Aiatolá Ali Khamenei, descartou novamente neste domingo (03/11) abrir negociações com Washington. O anúncio foi feito durante discurso que marca o 40º aniversário da crise dos reféns na embaixada dos Estados Unidos em Teerã. Khamenei afirmou que a decisão do Irã de não negociar se deve a uma suposta posição prévia dos norte-americanos de não fazer nenhuma  concessão.

A decisão do líder supremo da ditadura teocrática muçulmana iraniana, que está entre as principais financiadoras de grupos terroristas muçulmanos internacionais, reforça o papel de nação pária que o Irã assumiu no cenário geopolítico internacional desde a Revolução Islâmica de 1979.

As tensões aumentaram novamente entre Teerã e Washington desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirou-se do acordo nuclear com o Irã firmado na era Obama, e quando voltou a impor sanções unilaterais ao regime de Teerã em 2019. As tensões agravaram-se ainda mais após os Estados Unidos acusarem o Irã de atacar navios petroleiros no golfo de Omã em junho deste ano.

Os Estados Unidos também culpam o Irã pelo ataque ocorrido em 14 de setembro à infra-estrutura de petróleo saudita, que temporariamente reduziu pela metade a produção do reino árabe. Colaboração Angelica Ca #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário