por angelica ca e paulo eneas
O presidente Jair Bolsonaro manifestou-se neste domingo (10/11) em suas redes sociais sobre a renúncia do agora ex-ditador boliviano Evo Morales. O mandatário brasileiro afirmou que as denúncias de fraudes nas eleições na Bolívia levaram à renúncia de Evo Morales, e disse também que este fato serve de lição ao Brasil sobre a necessidade de adotarmos um sistema eleitoral em que a contagem dos votos possa ser auditada:

“Em nome da democracia e transparência, [existe a necessidade da] contagem de votos que possam ser auditadas: o voto impresso é sinal de clareza para o Brasil!”

Por sua vez, o Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, também se pronunciou em sua rede social, desmentindo a falsa narrativa plantada pela esquerda de que houve golpe na Bolívia. Uma narrativa que serve apenas para incitar a violência. Segundo o chanceler brasileiro, a tentativa de fraude eleitoral maciça deslegitimou Evo Morales, que teve atitude correta de renunciar mediante o clamor popular.

Ernesto Araújo ressaltou que o Brasil apoiará a transição democrática e constitucional na Bolívia. O Ministério das Relações Exteriores publicou uma nota no domingo mencionando o relatório da Organização dos Estados Americanos (OEA), que apontava irregularidades no pleito e recomendava novas eleições no país.

Na nota oficial publicada, o Itamaraty demonstrou preocupação com as graves irregularidades ali apontadas que levavam à necessidade de convocação de um novo processo eleitoral. Diz a nota:

“O Brasil considera pertinente a convocação de novas eleições gerais em resposta às legítimas manifestações do povo e às recomendações da Organização dos Estados Americanos, após a constatação das graves irregularidades”.

Como já noticiado pelo Crítica Nacional, o ditador cocaleiro boliviano vinha sofrendo crescentes pressões devido às denúncias de fraudes nas eleições da Bolívia, fraude estas que conduziriam Evo Morales a um quarto mandato. A pressão popular e o ultimatum dado pelas Forças Armadas da Bolívia culminaram na sua renúncia neste domingo. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews

LEIA TAMBÉM:
Urgente: Evo Morales Renuncia À Presidência Na Bolívia


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário