por paulo eneas
Seguindo a trajetória de traição aos seus eleitores e de traição ao Presidente Bolsonaro, um grupo de parlamentares do PSL-SP formalizou nesta terça-feira (26/11) o pedido de expulsão do deputado federal Eduardo Bolsonaro. Assinaram o pedido de expulsão o Senador Major Olímpio e os deputados Bozzella Júnior, Joice Hasselmann, Coronel Tadeu e Abou Anni.

Todos estes parlamentares elegeram-se associando seus respectivos nomes ao nome do então candidato Jair Bolsonaro. O compromisso assumido por cada um desses parlamentares com seus respectivos eleitores, que são os mesmos e fiéis eleitores do hoje Presidente Bolsonaro, era de apoio ao programa de governo e à plataforma política de Jair Bolsonaro.

No entanto, bastaram alguns poucos meses de exercício do poder para ficar evidenciado que o compromisso desses parlamentares com a plataforma política do Presidente Bolsonaro aprovada nas urnas tinha prazo de validade. E esse prazo esgotou-se. Hoje, esses parlamentares, alinhados com Luciano Bivar, o “dono” de fato do PSL, promovem uma verdadeira caça aos parlamentares fiéis ao Presidente Bolsonaro e à sua plataforma política.

Nas redes sociais, esses parlamentares são todos tratados por uma só palavra:  traidores. O eleitor, o mesmo eleitor que colocou Jair Bolsonaro na Presidência da República e que continua apoiando o chefe da Nação, e que também conferiu um mandato a cada um desses parlamentares, entende claramente que a atitude deles é de traição.

Ao apresentar pedido formal de expulsão de Eduardo Bolsonaro, esse grupo de parlamentares do PSL-SP sela de vez seu destino político, que será o de carregar a pecha de traidores de seus eleitores e do Presidente Bolsonaro.

E quem vai dar a resposta a esta traição vai ser esse mesmo eleitor, nas urnas, no próximo pleito nacional. Quando esses mesmos eleitores irão depositar novamente a confiança em Jair Bolsonaro, mas seguramente irão fazer novas escolhas a respeito de em quem votar para o parlamento. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário