O Ministério Público Federal ofereceu nesta terça-feira (21/01) denúncia da prática de crime por parte do agente comunista globalista Glenn Greenwald. A denúncia está em linha com o que o Crítica Nacional  afirmou desde quando Glenn Greenwald começou a incentivar a prática de crimes contra autoridades públicas federais, usando como pretexto falacioso o sigilo de fonte. Em um trecho da denúncia, o MPF afirma:

O jornalista Glenn Greenwald, (…) incentivou e orientou, de maneira direta, o grupo criminoso, durante a prática delitiva, agindo como garantidor do grupo, (…)

Mais tarde traremos um artigo completo no Crítica Nacional analisando a denúncia e mostrando que a abordagem que adotamos meses atrás estava correta: os vazamentos publicados pelo The Intercept não podiam ser considerados exercício de jornalismo investigativo, mas sim a prática continuada de crimes contra autoridades públicas federais. (publicado originalmente em 21/01/2020)


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE