por angelica ca e paulo eneas
Pela terceira vez em menos de um ano, o povo de Israel voltou às urnas nesta segunda-feira (02/03) para votar nos dois principais partidos do país: Likud e Blue and White. A votação ocorreu em meio a temores em relação ao novo coronavírus.

Um total de 56.3% dos eleitores registrados haviam comparecido para votar até às 18h00 do horário local. Preocupadas com a propagação do novo coronavírus, as autoridades de Israel instalaram quinze locais especiais para permitir que israelenses que estão em quarentena obrigatória pudessem votar.

Os israelenses já haviam comparecido às urnas em abril e setembro do ano passando. No entanto, como nem primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, nem seu principal concorrente Benny Gantz haviam conseguido formar uma coalizão após o pleito de 17 de setembro do ano passado, o Knesset votou pela dissolução do parlamento e foi convocada uma terceira eleição para início de março deste ano.

De acordo com o Comitê Central de Eleição, o número de eleitores que comparecem às urnas nestas eleições é o maior desde 1999. No entanto, segundo pesquisas de opinião, o impasse para escolha do primeiro-ministro pode continuar, o que apontaria pra uma possível quarta eleição dentro de alguns meses.