O Ministério da Justiça e da Segurança Pública autorizou nesta terça-feira (03/03) o emprego de Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária em apoio ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul pelo período de sessenta dias. A operação de apoio do governo federal irá atuar na remoção de 18 líderes de organizações criminosas para presídios federais.

Segundo o Ministro Sérgio Moro, “a estratégia de transferir os maiores expoentes dessas organizações para penitenciárias federais é impactar nessa capacidade, uma vez que nos presídios federais não se têm histórico de fuga, rebeliões ou de utilização de aparelhos celulares. Lá, todos os contatos com o mundo externo são monitorados”.

A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, por meio de portaria que estabelece que o emprego de Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária terá como objetivo exercer atividades de instrução, adestramento, nivelamento de procedimentos e apoio nos serviços de guarda, vigilância e custódia e presos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE