O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) informou nesta segunda-feira (02/03) que entrou com uma representação contra o Senador Cid Gomes (PDT-CE), assinada por outros doze deputados do PSL vindos da área de segurança, junto à Procuradoria Geral da República (PGR).

Na denúncia consta o episódio em que o Senador Cid Gomes tenta entrar com uma retroescavadeira no batalhão da Polícia Militar em Sobral (CE), e envolve os crimes de tentativa de homicídio e dano ao patrimônio público.

Paralelamente à peça criminal, o parlamentar enviará a mesma petição ao Corregedor do Senado, para que tome as providências no âmbito do Congresso Nacional. Ao comunicar sua decisão em mensagem nas redes sociais, Eduardo Bolsonaro afirmou:

“Lembrando que aquele portão que ele destruiu, vai ter que pagar sim, porque aquilo ali vem do bolso do contribuinte. Estamos fazendo isso para mostrar que ele não pode ser esse coronel, tratando os policiais, que são pessoas que arriscam suas vidas diariamente para trazer segurança à população, dessa maneira. A gente está aqui para representar esses policiais, vocês não estão sozinhos”.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE