Conforme antecipamos ontem (03/03), os conservadores que ocupavam cargos de confiança na Secretaria Especial de Cultura do Governo Federal foram exonerados na noite desta terça-feira (03/03) por decisão de Regina Duarte que, por sua vez, segue as determinações e cumpre as ordens do esquerdista Humberto Braga, ligado ao PSOL.

As exonerações foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira (04/03), que também traz a nomeação de Regina Duarte para o cargo de Secretária Especial de Cultura. As vagas deixadas pelos conservadores exonerados serão ocupadas por pessoas vinculadas ao PSOL e PCdoB e ao movimento político #EleNao, que transformarão a secretaria em uma enclave esquerdista no Governo Bolsonaro.

Em nosso entender, ao decidir abrir as portas da secretaria para o aparelhamento e reaparelhamento esquerdista do órgão e perseguir os conservadores, Regina Duarte coloca-se na contramão de uma das diretrizes centrais do Governo Bolsonaro e deixa de reunir as condições políticas para permanecer no cargo.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE