A Hungria está ajudando a Sérvia e a Macedônia no controle e proteção de suas fronteiras do norte em resposta a decisão do governo turco de abrir as fronteiras da Turquia para a Europa aos imigrantes ilegais.

O ministro das Relações Exteriores da Hungria, Peter Szijjarto, afirmou após conversas na segunda-feira (02/03) com o Ministro do Interior da Sérvia, Nebojsa Stefanovic, em Belgrado, que a Hungria protegerá suas fronteiras “sob todas as circunstâncias” e não permitirá a entrada de imigrantes ilegais.

“Para nós, a segurança do país e do povo húngaro vem em primeiro lugar” , afirmou o ministro. Por sua vez, o chanceler austríaco, Sebastian Kurtz, anunciou o envio de unidades policiais para a fronteira húngara-sérvia para auxiliar no controle do tráfego ferroviário. A Áustria, que preside à União Europeia, também está apoiando a Grécia no combate à crise imigratória causada pela decisão turca.