O Ministério das Relações Exteriores publicou no Diário Oficial da União desta quinta-feira (05/03) uma portaria determinando a retirada de quatro diplomatas e onze funcionários da embaixada e dos consulados do Brasil na Venezuela. Segundo o Diário Oficial, foram retirados diplomatas da embaixada, do consulado-geral e do vice-consulado, em Caracas, Ciudad de Guayana, Puerto Ayacucho e Santa Elena del Uairén, na fronteira com Roraima.

A portaria foi assinada pelo Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e estabelece a remoção da ministra de primeira classe Elza Moreira Marcelino de Castro, os conselheiros Francisco Chaves do Nascimento Filho, Carlos Leopoldo Gonçalves de Oliveira e Rodolfo Braga, além dos assistentes e oficiais de chancelaria.

O Brasil reconhece, juntamente com mais 50 países, Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela. O governo brasileiro também reconheceu Maria Teresa Belandria como representante no Brasil do presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE