O coronavírus já causou a morte de 124 pessoas no Irã, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (06/03). Ainda segundo esses dados, existem 4.747 pessoas infectadas no país. Como medida para combater o surto, o regime iraniano decidiu soltar temporariamente um total de 54 mil presos, que foram submetidos a exames e testes.

Autoridades do regime também foram infectadas pelo coronavírus, incluindo 23 membros do parlamento, a vice-presidente de Assuntos da Mulher, Massoumeh Ebtekar e o Vice-Ministro da Saúde, Iraj Harirchi.

Para ajudar a controlar a epidemia, a OMS enviou ao Irã uma missão especializada e oito toneladas de medicamentos, além de 100 mil kits de diagnóstico para o vírus e 15 mil roupas de proteção para os profissionais de saúde que cuidam dos infectados.

Também é esperada a chegada de um pacote de ajuda ao Irã vindo da França, Reino Unido e Alemanha, que decidiram enviar equipamentos de diagnóstico e roupas de proteção, entre outros, além de uma ajuda financeira de cinco milhões de euros. Escolas e universidades iranianas permanecem fechadas há um mês.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE