por paulo eneas
O Presidente Bolsonaro reconheceu publicamente o caráter democrático das manifestações que serão realizadas em várias cidades do País no próximo dia 15 de Março. Foi a primeira vez que o presidente pronunciou-se explicitamente em relação às Manifestações de 15 de Março, que ganharam força e motivação após uma fala captada do General Heleno em que ele se queixava da natureza chantagista da atuação da cúpula do Congresso Nacional em relação ao executivo.

Falando para apoiadores neste sábado (07/03) pela manhã em Boa Vista (RR), durante escala de sua viagem aos Estados Unidos, o presidente Bolsonaro reconheceu o caráter democrático e legítimo das Manifestações de 15 de Março afirmando, corretamente, que estas manifestações são favoráveis ao Brasil, e não contra o Congresso Nacional ou qualquer instituição:

“Dia 15, agora, tem um movimento de rua espontâneo. E o político que tem medo de movimento de rua, não serve para ser político. Então, participem, não é um movimento contra o Congresso, contra o Judiciário. É um movimento pró-Brasil. É um movimento que quer mostrar para todos nós que quem dá norte para o Brasil é a população.”

A fala do presidente traz uma mudança importante na estratégia adotada até aqui pelo próprio chefe de governo na sua relação com a sua base de apoio na sociedade. Pois prevalecia até então uma posição que privilegiava o distanciamento da figura do presidente dos atos populares espontâneos de apoio ao governo.

Essa cautela que observamos até aqui, ainda que fosse motivada por preocupações legítimas, não se justificava, uma vez que não existe irregularidade e muito menos ilegalidade alguma no fato de o chefe de Estado reconhecer a legitimidade de uma manifestação política por aquilo que ela é de fato: um ato pacífico, dentro da lei, espontâneo, ancorado na garantia constitucional de direito a livre reunião pacífica para exercício de opinião política e de pensamento.

A pauta da manifestação por sua vez, que é de apoio ao Presidente Bolsonaro e de defesa do regime presidencialista e contra as tentativas de impor ilegalmente e inconstitucionalmente um parlamentarismo branco, foi perfeitamente traduzida na fala do presidente ao afirmar que a intenção da manifestação é mostrar para todos nós que quem dá norte para o Brasil é a população.

A natureza da democracia consiste exatamente nisso: a população determina um norte a ser seguido e confere a um governante legitimado pelo mandato das urnas a tarefa de seguir esse norte, como tem feito o Presidente Bolsonaro.

Ao contrário das narrativas mentirosas que já surgiram e que ainda surgirão na grande imprensa, o reconhecimento do Presidente Bolsonaro do caráter democrático das Manifestações de 15 de Março serve para reafirmar o compromisso do presidente e de seus apoiadores com a democracia.

Nesta segunda-feira abordaremos outros aspectos relevantes da fala do Presidente Bolsonaro sobre as Manifestações de 15 de Março, que seguramente estarão entre as maiores da história do Brasil.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE