Veja aqui um apanhado e resumo das notícias e dos editoriais ao longo desta semana na edições noturnas do Jornal Crítica Nacional.

Domingo 01 de Março:
O Programa Conexão Crítica Nacional teve como convidado o deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança, que discorreu em profundidade sobre o erro contido no conceito de orçamento impositivo e sobre os riscos de um parlamentarismo branco.

Segunda-Feira 02 de Março:
Falamos do aumento do índice de confiança do setor comercial na economia e da inclusão de novos município no programa Criança Feliz, do Governo Federal. Também esteve em pauta a recepção calorosa ao Presidente Bolsonaro em sua visita ao Uruguai, e o aumento do número de empregos com carteira assinada, além do discurso de Donald Trump no CPAC e as eleições israelenses. E o destaque da edição foi a conduta desprezível de Rodrigo Maia, descrito por nós como engenheiro de obra pronta e homem errado no lugar errado. A íntegra da edição pode ser vista no vídeo se seguir.

Terça-Feira 03 de Março
Nesta edição tratamos do aumento no saldo da balança comercial brasileira em fevereiro, do envio de Força Tarefa Penitenciária Federal para o Rio Grande do Sul e da transferência do criminoso Adélio Bispo de Oliveira para presídio em Minas Gerais. Demos destaque ao Projeto Água Doce do Governo Federal destinado a tratar do problema da água no Nordeste e também noticiamos a nomeação feita por Regina Duarte de um ativista do PSOL para a Funarte e a exoneração de bolsonaristas da pasta da Cultura.

Falamos do veto presidencial que restringe o exame do Revalida, destinado a validar diplomas médicos emitido no estrangeiro. Fizemos também a primeira abordagem sobre a mentira da grande imprensa a respeito do suposto acordo do Governo com o Congresso sobre as emendas parlamentares no Orçamento Federal. A íntegra da edição do jornal pode ser vista abaixo.

Quarta-feira 04 de Março:
A edição de quarta do Jornal Crítica Nacional foi dedicada quase integralmente à análise dos vetos presidenciais ao Orçamento Impositivo, e contou com a participação da Dra. Fabiana Barroso, que fez uma explanação detalhada do veto 52 e sobre os três projetos de lei enviados ao Congresso discorrendo sobre a matéria. Também tratamos inicialmente da representação feita pelo deputado Eduardo Bolsonaro junto à Procuradoria Geral da República contra o senador Cid Gomes, além de abordarmos a nova onda de violência esquerdista no Chile.

Quinta-feira 05 de Março:
Nesta edição falamos da ajuda que a Hungria e da Áustria dará a países vizinhos no combate à imigração ilegal em massa e da rejeição do pedido de legalização do assassinato de fetos pelo suprema corte colombiana. Noticiamos sobre as 54 escolas cívico-miliares que entraram em operação esse ano no País, e falamos da visita do Presidente Bolsonaro à Florida para a assinatura de um acordo histórico de cooperação militar entre Brasil e Estados Unidos.

A pauta em seguida voltou à Europa para falar do alerta máximo na Grécia ante o risco de invasão em massa de imigrantes ilegais por conta da abertura da fronteira da Turquia com a Síria. E demos destaque à proposta de Marine Le Pen, líder da direita francesa, de realização de um referendo nacional francês para conter a imigração em massa. E por fim tratamos da ocupação esquerdista na Secretaria de Cultura do Governo Federal, exemplificado por um evento em auditório da Ancine organizado pelo PSOL destinado a discutir greve geral.

Sexta-feira 06 de Março:
Iniciamos reportando um ataque terrorista por homem-bomba na embaixada dos Estados Unidos na Tunísia, e seguimos com as informações sobre a distribuição de mais de três milhões de kits escolares feita pelo MEC em todo o País. Abordamos também a saída de diplomatas brasileiros que ainda estavam na Venezuela e os números dramáticos do coronavírus no Irã, que tem recebido ajuda humanitária do Ocidente para lidar com a epidemia.

Falamos sobre o encontro do Presidente Bolsonaro com Donald Trump nos Estados Unidos no sábado e noticiamos e comentamos a nomeação feita por Regina Duarte de um tucano ligado a João Doria para ocupar cargo na Secretaria de Cultura. O vídeo da última edição da semana do Jornal Crítica Nacional pode ser visto a seguir.


EDITORIAIS:

A OCUPAÇÃO ESQUERDISTA DA SECRETARIA DE CULTURA DO GOVERNO BOLSONARO

O QUE PRECISA SER FEITO NA SECRETARIA DA CULTURA

REGINA DUARTE NA CULTURA: O PAPEL DO GENERAL RAMOS


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE