por angelica ca
O Presidente do Movimento Conservador, Edson Salomão, solicitou nesta segunda-feira (16/03) a instauração de inquérito contra o Presidente da CPMI das Fake News, senador Angelo Coronel, por suposto crime de desobediência de ordem judicial, abuso de autoridade, fraude processual e obtenção ilícita de prova.

De acordo com o site Gazeta Conservadora, Edson Salomão requer no pedido de investigação a apuração das condutas do presidente da CPMI das Fake News, a CPMI da Censura, senador Angelo Coronel, para saber se os pedidos de informações feitos pelo senador junto às redes sociais têm por base um requerimento que está suspenso por decisão liminar do Ministro do STF, Luis Roberto Barroso.

Edson Salomão afirmou que caso se comprove a suspeita, ele considera o ato extremamente grave e questiona se nada seria feito: “Estou respondendo a um inquérito sigiloso no STF do qual nem sei do que estou sendo investigado, acho que é porque fiz memes e critiquei o STF. Agora um senador, ao que tudo indica, desobedeceu uma ordem expressa e nada vai acontecer? Não somos todos iguais?”.

Quando questionado sobre quais medidas deveriam ser tomadas, Edson Salomão foi enfático e respondeu que espera que sejam investigados com o mesmo rigor que fazem com outros cidadãos. “E se comprovado que o Senador cometeu algum crime, que seja punido conforme a lei e pague”, afirmou Edson Salomão. Com informações de Gazeta Conservadora.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE