por angelica ca
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump afirmou nesta quarta-feira (18/03) que invocará a Lei de Produção de Defesa, prevista para ser usada em situações de guerra, para os casos em que o país precisar garantir o aumento na produção de máscaras, luvas e equipamentos hospitalares.

Em entrevista concedida na Casa Branca ao lado da força-tarefa, o presidente norte-americano afirmou que a pandemia do COVID-19 é sem precedentes, e equiparou os esforços às medidas tomadas durante a Segunda Guerra Mundial.  O chefe de governo norte-americano insistiu que a situação exigirá um sacrifício nacional.

“É uma guerra, eu vejo isso como, em certo sentido, um presidente de guerra, é uma situação muito difícil”.

Donald Trump também anunciou que expandirá a capacidade de teste do vírus no país, e enviará um navio-hospital da Marinha para a cidade de Nova York, que está em vias de tornar-se o epicentro da pandemia.

O mandatário norte-americano também disse que o Departamento de Habitação e Desenvolvimento Urbano suspenderá execuções hipotecárias e despejos até abril, enquanto um número crescente de americanos enfrenta a perda de empregos e a falta de pagamentos de aluguel e hipoteca.