O Estados Unidos declararam a Venezuela como Estado narco-terrorista, e oferecem uma recompensa de US$15 milhões que leve à captura do ditador Nicolas Maduro. A decisão foi comunicada nesta quinta-feira (26/03) pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos.

Com a decisão, o ditador Nicolás Maduro  passa a ser tratado como criminoso internacional que poderá ser capturado e julgado pela justiça dos Estados Unidos pelos crimes de terrorismo e de tráfico internacional de drogas para o território norte-americano.

O secretário de Justiça dos Estados Unidos afirmou que o país irá empregar todas as opções possíveis para capturar Nicolás Maduro, incluindo a possibilidade de captura após uma possível mudança de regime na Venezuela. Ao mencionar mudança de regime, o secretário norte-americano sinaliza que os Estados Unidos trabalham também com esse cenário.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE