por angelica ca
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai disponibilizar R$ 2 bilhões para as empresas do setor de saúde como apoio ao combate à propagação do vírus chinês.

Durante transmissão ao vivo pelo youtube neste domingo (29/03), o presidente do banco, Gustavo Montezano, anunciou o repasse e afirmou que o objetivo da instituição é ser rápida no repasse de recursos para esse setor para enfrentar a pandemia.

“A gente acredita que as trinta empresas que temos hoje mapeadas que vão utilizar parte dos R$ 2 bilhões serão capazes de suprir a necessidade de 15 mil ventiladores, o que corresponde a 50% da necessidade do SUS para 90 dias”, afirmou Montezano.

O programa de financiamento objetiva a ampliação imediata da oferta de leitos emergenciais, materiais e equipamentos médicos e hospitalares. Empresas de outros setores que buscam converter suas produções em equipamentos e insumos para saúde também serão contempladas.

O banco avalia que com os recursos do programa, a quantidade de leitos em unidades de terapia intensiva (UTIs) seja ampliada em 3 mil, o equivalente a mais de 10% da disponibilidade atual de leitos do SUS no país.

Os monitores poderão aumentar em 5 mil, que corresponde a 20% da demanda do SUS para os próximos quatro meses. Também está prevista a aquisição de 80 milhões de máscaras cirúrgicas, o que corresponde a 33% da necessidade do SUS nos próximos quatro meses. Com informações de Agência Brasil

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE