A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi autorizada pelo Ministério da Economia a contratar mais de 6 mil profissionais temporários em caráter emergencial para atuar no combate ao vírus chinês em cada um dos 40 hospitais universitários federais vinculados.

A medida será feita mediante edital de chamamento público, e tem previsão de publicação na próxima semana, onde conterá requisitos e informações relativos ao processo seletivo, incluindo remuneração e tempo de contratação, dentre outras.

De acordo com a instituição, estão previstos aproximadamente 900 vagas para médicos,  1.400 enfermeiros, 3 mil técnicos em enfermagem, 500 fisioterapeutas e 100 vagas para engenheiros e arquitetos, necessários para promover as mudanças estruturais exigidas nas instalações hospitalares para a acomodação de pacientes infectados pelo Covid-19.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE