Em meio à crise da pandemia do vírus chinês e sob forte ataque de mídia tradicional que insiste na divulgação da mentira de que estaria perdendo popularidade, o Presidente Jair Bolsonaro acaba de ultrapassar a histórica marca de 16 milhões de seguidores na plataforma Instagram.

O fato denota um significativo crescimento, considerando que no dia 04 de fevereiro o Presidente havia ultrapassado a marca de 15 milhões, indicando assim 1 milhão de novos seguidores nos últimos 60 dias, quase 500.000 por mês de média de crescimento. Nada mal para um presidente que está sendo acusado de ser “negativo” e de estar “derretendo” na sua popularidade.

A média de crescimento do presidente, em torno de 500.000 novos seguidores em um mês, equivale a aproximadamente a 250 vezes o número de pessoas ouvidas pelas pesquisas tradicionais conduzidas pelos grandes institutos, e que gira em torno de 2.000 pessoas.