A Câmara de Comércio Exterior (Camex) zerou o Imposto de Importação de 25 insumos, componentes e acessórios utilizados na fabricação e operação de respiradores e ventiladores pulmonares e de máscaras de proteção. A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) no dia (03/04),  e visa facilitar a compra no mercado externo e reduzir custo para a fabricação e operação de bens que serão utilizados no enfrentamento do vírus chinês aumentando a sua disponibilidade para o sistema de saúde brasileiro.

De acordo com nota da Camex, os produtos listados vão desde tecidos para fabricação de máscaras de proteção e suporte metálico para circuitos respiratórios, até micromisturador de gases para ventiladores pulmonares, placa de circuito impresso e sensores de fluxo de ar ou oxigênio para aparelhos respiratórios de reanimação, além de sensores para ventiladores e simulador de complacência pulmonar, para monitorar volumes e pressões ventilatórias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE