Medicamentos em teste para tratamento da covid-19, como a cloroquina e hidroxicloroquina, só poderão ser exportados com autorização prévia da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A medida foi publicada nesta segunda-feira (13/04) em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

Além da cloroquina, a Anvisa também endureceu as regras sobre a exportação de ingredientes e comprimidos de azitromicina, fentanil, midazolam, etossuximida, propofol, pancurônio, vancurônio, rocurônio, succinilcolina e ivermectina, todos testados contra a covid-19. A decisão também controla a venda ao exterior de matéria-prima para produção destes fármacos e do produto semi-elaborado.

*Com informações de Estadão Conteúdo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE