Diversos senadores do Partido Republicano entregaram uma carta à Organização Mundial da Saúde (OMS) na terça-feira (14/04), comunicando que estão investigando o envolvimento da organização em um flagrante viés pró-China que não apenas ajudou a ocultar a gravidade do surto, mas também encobriu a verdadeira escalada da pandemia do vírus chinês.

A carta foi endereçada ao Diretor Geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, que em vez de criticar Pequim por suas tentativas iniciais de encobrir o surto, o Dr. Tedros elogiou o presidente chinês Xi Jinping por sua liderança e por mostrar transparência em sua resposta ao vírus.

Os senadores escreveram que “Antes de uma audiência antecipada no congresso, escrevemos hoje para solicitar informações sobre a resposta fracassada e atrasada da OMS ao Coronavírus. Os contribuintes americanos financiam a OMS, e cabe a nós garantir que esses dólares sejam gastos sabiamente”, acrescentam na carta.