A presidente da Suíça Simonetta Sommaruga anunciou na quinta-feira (16/04) que começará a suspender as medidas de isolamento impostas para conter a propagação do vírus chinês. Essas restrições serão gradualmente diminuídas em três etapas: em 27 de abril, 11 de maio e finalmente em 8 de junho, afirmou o governo.

“Conseguimos reduzir a contaminação, os hospitais não estão superlotados, o que é uma boa notícia, e agora podemos prever alguma flexibilidade”, disse a presidente suíça, Simonetta Sommaruga, durante uma coletiva de imprensa em Genebra.

Em 27 de abril, os hospitais poderão retomar todos os procedimentos médicos, incluindo procedimentos não urgentes, e as práticas médicas ambulatoriais, salões de cabeleireiro e massagens  poderão reabrir. Centros de jardinagem, creches e floristas também poderão reabrir.

De acordo com o governo suíço, as escolas para crianças em idade escolar obrigatória e lojas poderão reabrir em 11 de maio. Em 8 de junho, escolas secundárias, escolas profissionais e instituições de ensino superior, bem como museus, zoológicos e bibliotecas poderão reabrir.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE