Ao menos dois ativistas foram detidos neste domingo (19/04) em Fortaleza (CE) pela Polícia Militar do Ceará durante a realização de uma carreata na capital cearense em favor da volta ao trabalho. Um dos detidos é ativista Cely Duarte, integrante do Movimento Endireita Fortaleza.

As detenções ocorreram em função de um decreto ilegal e inconstitucional do governador petista Camilo Santana que, assim como João Doria e Wilson Witzel, tem agido como ditador em seu Estado, adotando medidas ilegais e inconstitucionais que agridem direitos individuais fundamentais previstos na Constituição Federal.

O policiais militares que executaram as detenções poderão respondem por crime previsto na Lei de Abuso de Autoridade, uma vez que a texto constitucional prevê que nenhuma pessoa poderá ser presa a não ser por ordem judicial ou em flagrante delito. Os manifestantes detidos não estavam cometendo crime algum previsto no Código Penal e, portanto, as detenções foram flagrantemente ilegais.

Momento das prisões aos manifestantes e lideres de movimentos no Ceará, hoje na ditadura da retroescavadeira. Policia do governador petista Camilo Santana.

Posted by Direita Vive 3.0 on Sunday, April 19, 2020

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE