Em seu pronunciamento ao fim da tarde desta sexta-feira (24/04), o Presidente Bolsonaro revelou que Sérgio Moro teria condicionado “aceitar” a mudança na direção da Polícia Federal à sua indicação para a vaga no Supremo Tribunal Federal. Em dado trecho de seu pronunciamento, o presidente afirmou:

Ele [Sérgio Moro] me disse que eu poderia trocar o Diretor-Geral: “mas em novembro, depois que o senhor me indicar para o Supremo Tribunal Federal.”

O relato do presidente sugere então que Sérgio Moro tentou usar o Ministério da Justiça como trampolim para uma almejada vaga no Supremo Tribunal Federal. Para isso, o agora ex-ministro teria instrumentalizado, via tentativa de barganha com o presidente, a direção geral da Polícia Federal. O presidente, obviamente, não aceitou essa chantagem.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE