A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (28/04), a Operação Madset, com objetivo de desarticular organização criminosa suspeita de negociar vendas de decisões judiciais no Tribunal de Justiça do Tocantins e branquear os ativos obtidos de forma ilícita.

De acordo com nota da Polícia Federal os “investigados são suspeitos de atuarem na negociação, intermediação e elaboração de decisões judiciais para a obtenção de vantagem financeira indevida, utilizando-se, em seguida, de interpostas pessoas, operações em espécie, associações veladas, empréstimos fictícios, contratos de gaveta, transações imobiliárias e atividade rural, para ocultar e dissimular a real origem e propriedade do patrimônio ilícito”.

A Polícia Federal afirmou que em razão da situação se mostrar extraordinária, foi tratada como tal. Para tanto uma “logística especial foi planejada minuciosamente, com recrutamento de policiais com perfil específico, orientações de prevenção ao contágio e distribuição de EPIs para todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares”, afirma a Polícia Federal em nota.

*Com informações http://www.pf.gov.br e http://www.mpf.mp.br

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE