Republicanos da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, publicaram na segunda-feira (04/05), uma carta em que eles acusam o Partido Comunista Chinês de promover doutrinação comunista de estudantes em faculdades e universidades americanas, uma iniciativa que eles afirmaram tratar-se de “espionagem acadêmica estrangeira”.

Os membros do Partido Republicano enviaram uma carta à secretária de Educação Betsy DeVos acusando Pequim de fornecer fundos e recursos para universidades nos Estados Unidos. Os membros disseram que o regime comunista chinês tentou espalhar propaganda comunista e impedir pesquisas dos Estados Unidos sobre a COVID-19.

Segundo a Reuters, a carta divulgada ontem, foi liderada pelo representante Jim Jordan, o principal republicano no comitê de supervisão da Câmara, e também assinada pelos principais republicanos nos comitês de Educação, Serviços Armados, Segurança Interna, Ciência, Inteligência e Relações Exteriores.

*Com informações de www.reuters.com e summit.news