Milhares de manifestantes reuniram em Berlim, Munique, Stuttgart e outras cidades alemãs contra as medidas de isolamento impostas pelo governo alemão no sábado (09/05), provocando confrontos entre a polícia de choque que prendeu mais de 130 pessoas que se tornou violenta.

Cerca de 3.000 alemães se reuniram em Berlim no sábado e outras milhares se reuniram em Stuttgart e em toda a Alemanha para exigir o fim restrições ordenadas pelas autoridades alemãs. Atualmente, são permitidas reuniões com até 50 participantes em qualquer local fixo em Berlim.

Os manifestantes acusaram políticos e médicos de espalhar pânico e violar os direitos fundamentais da população com o isolamento social prolongado e gritando palavras de ordem “Nós somos o povo!”. Um dos maiores protestos ocorreu na cidade de Stuttgart, no sudoeste do país.

Com informações de DW e Mail Online