Caminhoneiros, motoqueiros, vans, motoristas de Uber e manifestantes de diversas cidades de São Paul, fecharam duas faixas da Marginal Tietê nesta segunda-feira (18/05) ao final do dia em um protesto contra as medidas autoritárias e ditatoriais dos proto-ditadores João Dória e Bruno Covas que estão destruindo a economia do estado.

O protesto ocorre sob a forma de carreata, que saiu da cidade de Barueri pela manhã e seguiu em direção às avenidas marginais da capital paulista. Os manifestantes protestam contra as medidas de isolamento social impostas pelo proto-ditador João Dória, e pedem a reabertura da economia.

O protesto também pede o impeachment de João Doria, ao mesmo tempo em que os manifestantes expressam apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Ao final do dia e no início desta noite a carreata estava na avenida Marginal Tietê e ocupava ambas as pistas. Além dos caminhões, inúmeros de veículos de passeio acompanham e participam da carreta em apoio.