por paulo eneas
Circula esta semana a  informação de que a Assembleia Legislativa de São Paulo iria votar na tarde desta quinta-feira (21/05) uma proposta de lockdown completo no Estado. A proposta de lockdown foi apresentada como emenda de um deputado petista ao PL 351/2020, que será votado hoje, e que destina-se a antecipação do feriado paulista de 9 de julho.

Os petistas têm todo interesse em aprofundar e radicalizar as medidas draconianas e de destruição da economia paulista que estão sendo levadas a cabo pelo ditador João Doria, e para isso defendem a adoção do lockdown que, na prática, significa colocar toda a população em prisão domiciliar.

Para esta finalidade, um deputado da bancada petista inseriu uma emenda, a de número três, ao PL351, estabelecendo o lockdown completo, com a proibição de circulação de pessoas e de veículos em todo o Estado. Ocorre que a emenda foi rejeitada pela relatoria do projeto e não será levada a plenário.

Segundo informa o deputado Douglas Garcia, para ser colocada em votação, o PT precisaria reunir 48 votos favoráveis para alterar o roteiro de votação, além de outros 48 votos para aprovar a emenda. Na avaliação do deputado, os petistas não conseguirão esse número e a emenda não será apreciada, prevalecendo a proposta definida pelo relator. Portanto, não vai haver votação de proposta de lockdown na ALESP na tarde desta quinta-feira.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE