por angelica ca
A Guarda Nacional dos Estados Unidos confirmou neste domingo (31/05) a mobilização de 5.000 soldados na capital Washington e em quinze estados para conter os distúrbios e atos de violência desencadeados após a morte de George Floyd em Minneapolis, ocorrida na semana passada por conta de ação de um policial.

De acordo com comunicado da Guarda Nacional, outros 2.000 membros estão prontos para serem ativados, se necessário. “O pessoal da Guarda Nacional designado para essas missões é treinado, equipado e preparado para ajudar as autoridades policiais a proteger a vida e a propriedade dos cidadãos em seu estado”, acrescentou o comunicado.

Entre os estados que solicitaram a intervenção da Guarda Nacional estão Minnesota, Ohio, Geórgia, Colorado, Wisconsin, Kentucky, Texas, Utah, Washington ou Missouri, além da capital do país. “Todas as tropas estão a responder atualmente sob direção do governador de cada estado e das forças de segurança locais”,  escreveu no texto o sargento W. Michael Houk, porta-voz do Gabinete da Guarda Nacional.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump afirmou ao deixar a Casa Branca no sábado (30/05) que os estados, em particular Minnesota, estão usando a Guarda Nacional agora: “Temos nossos militares prontos, dispostos e capazes, se eles quiserem chamar nossos militares. Podemos ter tropas no terreno muito rapidamente”, disse Donald Trump.


Crítica Nacional Notícias:


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE