por angelica ca
O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, disse na quarta-feira (15/07) acreditar que o mundo fará a China “pagar um preço” pela disseminação da pandemia global do vírus chinês que infectou quase 13,5 milhões e matou 581.097 pessoas em todo o mundo
até o momento. “Acho que o mundo absolutamente os fará pagar um preço”, disse Pompeo em entrevista ao Editor-Chefe do The Hill, Bob Cusack.

Todo lugar que eu vou, todo ministro das Relações Exteriores com quem converso, eles reconhecem o que a China fez ao mundo”, disse Pompeo. “Estou muito confiante de que o mundo olhará para a China de maneira diferente e se envolverá com eles fundamentalmente diferentes do que antes do desastre catastrófico“, afirmou Pompeo.

Em entrevista, Pompeo afirmou que a estratégia do governo de Donald Trump sobre a China é pressionar para garantir um conjunto justo e recíproco de relações com o Partido Comunista Chinês e que os Estados Unidos estão engajados em um diálogo.

Em meio as crescentes tensões entre os dois países, o presidente norte-americano Donald Trump, afirmou em entrevista à CBS News na terça-feira (14/07), que não não tem planos de conversar com o ditador chinês Xi Jinping e que também não está interessado em se envolver em uma segunda roda de negociações comerciais com a China, após o acordo comercial “Fase Um” realizado em janeiro.

“Fizemos um ótimo acordo comercial. Mas, assim que o acordo foi concluído, a tinta nem estava seca e eles nos atingiram com a praga”, declarou Donald Trump, referindo-se à pandemia do vírus chinês. Com informações de Fox News, CBS News e The Hill.

DONALD TRUMP ASSINA ORDEM EXECUTIVA QUE RESPONSABILIZA A CHINA POR AÇÕES CONTRA HONG KONG

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE