por angelica ca
O globalista George Soros, um dos maiores financiadores de partidos de esquerda do mundo, investiu mais de US$ 50 milhões nas campanhas eleitorais dos democratas para 2020, um valor recorde e cerca de US$ 30 milhões a mais do que ele gastou em 2016, ainda faltando quatro meses para as eleições americanas.

De acordo com um relatório do Washington Free Beacon publicado na segunda-feira (27/07), Soros aumentou seus gastos políticos através do PAC para Democracia, criado em 2019 para injetar grandes quantias nos cofres de grupos de esquerda.

Os números da Comissão Federal de Eleições mostram que o PAC distribuiu quase US$ 17 milhões apenas no último trimestre. Isso significa que Soros investiu US$ 48 milhões para grupos de esquerda. O relatório também aponta que Soros prometeu US$ 4 milhões diretamente para campanhas e comitês democratas, fora do PAC.

No início deste ano, durante um discurso no Fórum Econômico Mundial, George Soros disse que o destino do mundo está em jogo e se referiu ao presidente norte-americano Donald Trump como um vigarista e autoritário e que está disposto a sacrificar os interesses nacionais por seus interesses pessoais. Segundo ele, o ano de 2020 e os próximos anos determinarão o destino do presidente americano Donald Trump, e também o destino do mundo.

Soros que já afirmou que considera as eleições de 2020 especialmente importantes, disse durante entrevista ao The New York Times no ano passado, que acredita que o globalismo prevalecerá e que os populistas nacionalistas como Donald Trump são aberrações temporárias. Com informações de Washington Free Beacon e Summit News.