por angelica ca
Equipes de resgate libanesas encontraram um túnel do grupo terrorista Hezbollah na terça-feira (11/08) nas proximidades de onde ocorreu a explosão em Beirute, no Líbano.

Tanto a Sky News quanto o Sputnik afirmaram tratar-se de uma rede de labirinto de túneis construído décadas atrás. De acordo com o site The Jerusalem Post, alguns sites afirmam que isso é evidência de que túneis subterrâneos foram escavados pelo grupo terrorista Hezbollah para armazenar armas no porto de Beirute, enquanto outros acham que foram usados para tráfico de pessoas.

As Forças Armadas libanesas negaram a existência de túneis, assim como o Hezbollah negou ter qualquer envolvimento com as explosões registradas no início de agosto em Beirute.

No sábado, milhares  de manifestantes se reuniram na Praça dos Mártires, no centro da capital libanesa, para protestar contra os líderes políticos que seriam responsáveis ​​pelo grave  incidente devido à corrupção e negligência. Manifestantes entoaram gritos contra o grupo terrorista Hezbollan, financiado e armado pelo Irã.

As explosões, que ocorreram na área portuária da capital libanesa, deixaram ao menos 220 mortos e sete mil pessoas ficaram feridas, conforme informado pelo governador de Beirute, Marwan Abboud, ao site “Al-Marsad” nesta segunda-feira (10/08). Com informações de  Panam Post,  Sky News e The Jerusalem Post.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE