por angelica ca
A Nova Zelândia anunciou que colocará todos os casos positivos do vírus chinês do país em instalações de quarentena obrigatórias. A primeira-ministra Jacinda Ardern da Nova Zelândia, disse que toda e qualquer atividade será monitorada nesses campos e aqueles que se recusarem a fazer o teste para Covid-19 serão forçados a permanecer nos campos por um período mais longo.

O Diretor-Geral de Saúde da Nova Zelândia, Dr. Ashley Bloomfield, anunciou durante uma entrevista coletiva na quinta-feira (13/08), momentos depois de revelar que há 13 novos casos de coronavírus ligados a um surto no sul de Auckland, que a quarentena obrigatória se aplicará a novos casos e, se necessário, aos familiares próximos que possam estar em risco.

“Um lembrete, essas instalações foram criadas especificamente e têm processos e recursos excelentes para cuidar de pessoas com COVID-19, incluindo equipe de saúde no local em todos os momentos. Isso nos ajudará a evitar qualquer disseminação inadvertida na comunidade como parte de nossa resposta geral”, afirmou o Dr. Ashley Bloomfield.

A Nova Zelândia estava livre de infecções por coronavírus transmitidas localmente por 102 dias, até que quatro pessoas da mesma casa em Auckland testaram positivo para o vírus no início desta semana. Desde então, o número de casos no novo surto subiu para 29. Existem agora 36 casos do vírus na Nova Zelândia, com 13 apenas em Auckland. Com informações de GreatGameIndia e MSN.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE