por angelica ca
O presidente Jair Bolsonaro, usou suas redes sociais nesta segunda-feira (24/08) para exigir explicações da família Marinho sobre a delação de Dario Messer, conhecido como “doleiro dos doleiros” e de Claudio Barbosa, o “Tony”, contratados para facilitar transações financeiras clandestinas para os proprietários da Rede Globo.

O mandatário brasileiro publicou hoje em suas redes sociais uma reportagem do programa Domingo Espetacular da TV Record, exibido neste domingo (23/08), sobre o escândalo envolvendo diretamente o nome da Rede Globo e da família Marinho.

Na publicação, o presidente Bolsonaro disse que pelo há dez anos o sistema Globo o persegue e nada conseguiram provar contra ele. “Agora aguardo explicações da família Marinho sobre a delação do “doleiro dos doleiros”, onde valores superiores a R$ 1 bilhão teriam sido repassados a eles”, afirmou o presidente em suas redes sociais.

Em delação premiada, homologada pela Justiça Federal do Rio de Janeiro em meados de agosto, Dario Messer acusou a família Marinho de receber de US$ 50 mil a US$ 300 mil mensais na sede da emissora no Rio de Janeiro.

Conforme delatado por Dario Messer, ele realizou repasses de dólares em espécie para a família Marinho em diversas ocasiões. O doleiro ainda afirmou que a entrega dos pacotes de dinheiro acontecia dentro da sede da Rede Globo, no Jardim Botânico.

O doleiro Dario Messer foi condenado a 13 anos e quatro meses em regime fechado no processo da Operação Marakata, desdobramento da Lava Jato no Rio de Janeiro, realizada em setembro de 2018, pelo crime de lavagem de dinheiro. A sentença foi publicada na semana passada pelo juiz Alexandre Libonati, da 2ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. Com informações de Record TV e Revista Veja

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE