por angelica ca
O presidente norte-americano Donald Trump, disse em discurso da Convenção Nacional Republicana ( RNC ) na quinta-feira (27/08), que os democratas representam uma ameaça existencial para os Estados Unidos, e caso Joe Biden tenha sucesso nas eleições em novembro, os americanos terão que escolher entre salvar um sonho ou deixar a agenda socialista destruir o destino do país.

“Em nenhum momento antes os eleitores enfrentaram uma escolha mais clara entre dois partidos, duas visões, duas filosofias ou duas agendas”, comentou o presidente Donald Trump ao aceitar a nomeação para um segundo do Partido Republicano para presidente. “Este é o mais importante na história do nosso país”, declarou o mandatário americano, acrescentando que os democratas querem criar uma agenda socialista para demolir os Estados Unidos.

Em seu discurso transmitido diretamente da Casa Branca, Donald Trump criticou o democrata Biden e seu partido, dizendo que seu governo passou os últimos quatro anos revertendo os danos que Joe Biden causou nos últimos 47 anos, referindo-se aos últimos quatros da gestão do socialista Barack Obama, em que Biden ocupou o cargo de vice-presidente. “Na convenção democrata, você mal ouviu uma palavra sobre a agenda deles. Mas não é porque eles não têm um. É porque a agenda deles é o conjunto de propostas mais extremo já apresentado por um candidato de partido importante”.

O presidente americano ainda falou sobre as conquistas administrativas do seu governo e enfatizou a forma como enfrentou a pandemia do vírus do vírus chinês desde o início e disse que nos próximos quatro anos a economia dos Estados Unidos será reposicionada além de ter prometido erradicar a pandemia da covid. “Quando agi de forma ousada para aplicar uma proibição de viagem a partir da China muito cedo, Joe Biden disse que era uma medida histérica e xenófoba. E depois apliquei uma proibição de viagens a partir da Europa, novamente logo no início. Se tivéssemos ouvido o Joe centenas de milhares de americanos teriam morrido”, disse o mandatário. “Ao contrário de Biden, responsabilizarei a China pela tragédia que causou“, acrescentou Donald Trump. Com informações de NTD e Panam Post.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE