por angelica ca
Uma semana depois que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que sua campanha de vacinação contra o vírus selvagem da poliomielite na África havia sido bem-sucedida, surgiu a informação de que sua própria vacina desencadeou um novo surto de poliomielite no continente africano.

A OMS relacionou os casos a uma mutação da cepa do vírus que circulou no Chade, onde foi detectada pela primeira vez no ano passado e alertou que o vírus está se espalhando no Chade e em Camarões: “Há circulação local no Sudão e o compartilhamento contínuo da transmissão com o Chade”, afirmou comunicado da entidade.

A Organização Mundial da Saúde emitiu um comunicado esta semana no qual informava que duas crianças no Sudão, uma do estado de Darfur do Sul e outra do estado de Gedarif, perto da fronteira com a Etiópia e a Eritreia, ficaram paralisadas em março e abril. Ambas haviam sido vacinadas recentemente contra a poliomielite.

Em casos raros, o vírus vivo da poliomielite presente na vacina oral pode sofrer mutação para uma forma capaz de desencadear novos surtos. Além disso, a própria ONU informou que foram encontrados cerca de 11 casos adicionais de poliomielite derivados da vacina da OMS no Sudão.  Além disso, o vírus também foi identificado em amostras ambientais.

A poliomielite é uma doença altamente infecciosa, e pode espalhar-se rapidamente em água contaminada e na maioria das vezes atinge crianças com menos de 5 anos causando a paralisia infantil. Com informações de ABC News, MedicalXPress e Great Game India.


Crítica Nacional Notícias:


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE