pela redação
O escândalo de corrupção e de lobby em favor de uma empresa estrangeira que veio a público na semana passada envolvendo o nome do candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, está causando um derretimento da sua candidatura e o consequente fortalecimento da candidatura à reeleição de Donald Trump.

Antes da revelação do escândalo, as principais casas de apostas norte-americanas registravam prognósticos favoráveis a Joe Biden para as eleições presidenciais. Porém, na última semana, em especial no período compreendido entre os dias 11 a 17 de Outubro, os prognósticos registraram uma queda de 6.5 pontos para o candidato democrata, e um respectivo crescimento para Donald Trump, superior a 6.5 pontos.

Esta inflexão corresponde a uma maior queda de Joe Biden e um maior crescimento de Donald Trump, combinados em uma mesma semana, desde o início do ano. Os dados são calculados pelo portal Real Clear Politics, dos Estados Unidos, e consideram os prognósticos das maiores e mais relevantes casas de apostas americanas (1). Importante frisar que esse dado não se refere a pesquisas eleitorais, mas sim às probabilidades de vitória, calculadas pelas casas de apostas.

A inércia das curvas de queda (Biden) e crescimento (Trump) indicam que o fenômeno deve a prosseguir por mais algum tempo, pois as tendências de queda e crescimento são inversamente proporcionais e muito intensas, e não há nesse momento qualquer sinal de inversão destas curvas gráficas.

Essa tendência surge no mesmo momento em que começam a aparecer números favoráveis a Donald Trump na mídia americana. Na última terça-feira, a Revista Forbes(2) repercutiu uma pesquisa do Instituto Democracy, divulgada no dia 05/10, que aponta vantagem para Donald Trump, tanto no voto popular (46% Trump X 45% Biden) quanto na projeção dos delegados (320 Trump x 218 Biden) para o Colégio Eleitoral que elege o presidente norte-americano.

A mesma pesquisa também aponta uma aprovação do governo Trump (50% x 48%), e também indica que a maioria dos entrevistados (61% x 39%) acredita que Donald Trump será reeleito presidente dos Estados Unidos.

Referências:
(1) Real Clear Politics
(2) Revista Forbes


Crítica Nacional Notícias:


ESCÂNDALO DE CORRUPÇÃO E LOBBY EM FAVOR DE EMPRESA ESTRANGERIA PODE ARRUINAR CANDIDATURA DO DEMOCRATA JOE BIDEN

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE