pela redação
Trazemos a seguir informações sobre votos de militares e votos de residentes no exterior que podem alterar os resultados presentes em alguns estados dos Estados Unidos. Estas informações não estão sendo divulgadas pela grande imprensa, assim como não estão sendo divulgados os inúmeros casos de flagrantes de fraude eleitoral nas eleições nosrte-americanas.

1) Votos de militares e de residentes no exterior
Os estados da Georgia, Nevada, Arizona e Pennsylvania terão seus resultados definidos por uma diferença entre 1.000 e 2.000 votos. Nestes estados, os votos de militares e de residentes no exterior podem fazer diferença, pois serão os últimos votos a serem apurados.

Joe Biden virou na Georgia na madrugada de hoje (06/11) e exibe uma vantagem de aproximadamente 1.000 votos. Ocorre que existem 8.900 votos de militares e de residentes no exterior que serão computados na tarde de hoje e que poderão alterar esse resultado.

2) Cenários de empate
Mesmo que Joe Biden vença na Georgia, pode haver empate. Nesse caso a vantagem seria de Trump. Se Trump vencer na Pennsylvania, Nevada, Carolina do Norte e Arizona, daria empate: Trump 269 x 269 (Biden tem hoje 253 + 16 Georgia = 269).

O empate é decidido na Câmara dos Deputados (House of Representatives) já com a nova composição. A votação nesse caso não é por deputado, mas por cada estado: os deputados de cada estado reúnem-se e decidem como o estado vai votar. Nesse caso a vantagem seria de Trump, pois está vencendo em maior número de estados no momento.

3) Votos de militares
Todos os estados mencionados acima têm atividades militares, em maior ou menor grau. Na Pennsylvania por exemplo existe um local exclusivo para esse tipo de eleitor se registrar. Esses votos são contados por último:

“The media reports that the outcome cannot be announced until after the absentee ballots are counted. However, all ballots are counted in the final totals for every election”.

Na eleição de 2016, os votos de militares na Georgia totalizaram 12.432 e o de residentes no exterior somaram 5.203 votos. Os votos são recebidos até o dia 6 de novembro nesse caso.

Referências:
https://www.militarytimes.com/pay-benefits/2020/11/05/military-absentee-ballots-are-still-coming-in-to-battleground-states/

https://www.foxnews.com/politics/military-ballots-are-still-arriving-in-key-swing-states-continuing-to-count-votes

https://www.washingtonpost.com/national-security/military-absentee-ballots-election/2020/11/05/cc60954a-1f78-11eb-9ec3-3a81e23c4b5e_story.html

https://www.militarytimes.com/pay-benefits/2020/11/04/there-are-still-tens-of-thousands-of-military-absentee-ballots-yet-to-be-counted/

https://www.votespa.com/Voting-in-PA/Pages/Military-and-Overseas-Voters.aspx


Crítica Nacional Notícias:


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE