por paulo eneas
O mi­nistro das Re­la­ções Ex­te­ri­ores, Er­nesto Araújo, di­vulgou nesta quarta-feira (18 de no­vembro) os ví­deos contendo as gravações de seu pronunciamento durante o evento da Aliança para a Li­ber­dade de Re­li­gião ou Crença, grupo que reúne países como Brasil, Estados Unidos e Polônia, entre outros. O ministro lembrou que a perseguição religiosa é uma realidade vivida em muitos países, seja de maneira oficial por meio ações praticadas pelos próprios governantes ou por outras formas difusas.

A fala do chanceler não se rendeu ao politicamente correto: ele lembrou que os cristãos formam o grupo religioso que mais sofre perseguição em todo o mundo, “em cada hemisfério e em cada continente”. Ernesto Araújo mencionou que levantamentos mostram que dezenas de cristãos são mortos diariamente em todo o mundo unicamente em razão de sua crença e fé.

A reafirmar o primado da liberdade religiosa como antídoto contra vocações totalitárias, o ministro afirmou que “A li­ber­dade re­li­giosa não é aces­sória: está no co­ração mesmo da li­ber­dade. Ao su­focar-se a di­mensão es­pi­ri­tual do ser hu­mano ele se torna presa fácil de to­ta­li­ta­rismos”. A íntegra da fala do ministro, que foi feita em inglês, pode ser vista nos dois vídeos abaixo. Colaboração Camila Abdo.




CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE