por paulo eneas
Um dia após ter editado portaria determinando a volta das aulas presenciais nas instituições de ensino superior para o dia 4 de janeiro de 2021, o Ministério da Educação recuou diante da pressão das esquerdas que controlam estas instituições, desistiu da medida e revogou a portaria.

Em entrevista a uma rede de televisão, o ministro Milton Ribeiro alegou uma suposta sensibilidade e preocupação da população para justificar o recuo, e anunciou que irá fazer uma consulta pública com o mundo acadêmico para tomar uma nova decisão. Ou seja, o ministro vai ouvir novamente a esquerda para saber se ela autoriza o Ministério da Educação a tomar uma decisão. Colaboração Camila Abdo.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE