por angelica ca
A onda de totalitarismo cresce de maneira desmedia no Reino Unido por conta das medidas de restrições e bloqueios impostas a pretexto de prevenir contaminações pelo vírus chinês. A Polícia Metropolitana de Londres informou esta semana que qualquer pessoa que estiver fora de casa nas ruas poderá ser parada e questionada pela polícia para informar onde está indo.

O cidadão que fornecer uma explicação considerada satisfatória poder ser multado em duzentas libras, podendo o valor da multa dobrar a cada ocorrência até o valor limte de seis mil e quatrocentas libras. A polícia foi instruída a aplicar multas mais rapidamente a qualquer pessoa que cometer violações consideradas óbvias, intencionais e graves das regras de isolamento.

Além disso, qualquer pessoa que não estiver usando máscara facial quando necessário e sem motivo considerado razoável pela polícia também poderá ser multada, segundo informou a Polícia Metropolitana.

Também estarão sujeitos a multa todas as pessoas que participarem de festas, eventos musicais não licenciados ou grandes reuniões não autorizadas. A multa estende-se aos organizadores de tais eventos.

Segundo informou o jornal The Sun na edição da manhã de quarta-feira (06/01), policiais distribuíam panfletos na localidade de Maidenhead, em Berks, questionando por que motivo as pessoas estavam nas ruas, conforme pode ser visto na imagem abaixo.

O público está  sendo intimidado a não sair de casa, exceto para praticar exercícios físicos, para compras essenciais ou por razões médicas. Informações de The Sun, Telegraph e LifeSiteNews

Moradores de Maidenhead, Berks, ficaram indignados ao descobrir que suas viagens para fazer compras e exercícios foram contestadas pela polícia uniformizada, que distribuiu os folhetos

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE