por camila abdo e paulo eneas
O prefeito Edinho Silva (PT) mandou a polícia da cidade de Araraquara (SP) barrar os protestos de empresários que ocorreram nesta quinta-feira (25/02) contra o fechamento do comércio imposto pela prefeitura. Os empresários foram barrados pelas forças de segurança pública.

Usando a palavra de ordem “Eu não quero trabalhar, eu preciso” escrita em faixas, um grupo com cerca de cem pessoas seguiu pelas ruas da cidade em direção à Praça dos Advogados. Após serem barrados, os manifestantes foram até a prefeitura entregar uma pauta de reivindicação. O prefeito, Edinho Silva, não quis receber os manifestantes.

Por fim, o documento foi entregue ao secretário da Segurança Pública, que afirmou que os manifestantes descumpriram um decreto municipal que proíbe a movimentação de veículos e pessoas pela cidade. O decreto é eminentemente inconstitucional mas, da mesma forma que vem ocorrendo no resto do país, nenhuma providência foi tomada por outros entes de poder diante desta inconstitucionalidade.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE