por camila abdo e paulo eneas
O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, afirmou nesta sexta-feira (26/02) que o inquérito aberto no Superior Tribunal de Justiça para investigar procuradores da Operação Lava Jato é extremamente grave e preocupante.

O chefe do Ministério Público Federal afirmou aos demais procuradores do Conselho Superior daquele órgão que o STJ não tem atribuição legal para investigar integrantes da instituição, e que pretende acionar a justiça ou, até mesmo, recorrer à Corte Interamericana de Direitos Humanos.

Curiosamente, Augusto Aras não mostrou esse mesmo zelo corporativista ao posicionar-se favoravelmente aos inquéritos em andamento no Supremo Tribunal Federal e cuja legalidade é questionada por inúmeros juristas. Também não observamos esse zelo do Procurador-Geral ao tratar do caso da prisão ilegal do deputado federal Daniel Silveira. Informações de CNN Brasil.


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE