por paulo eneas
O empresário Fábio Wajngarten foi exonerado nesta quinta-feira (11/03) do cargo de secretário da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. A saída de Fábio Wajngarten, um dos últimos remanescentes conservadores que ainda ocupavam alguma posição de relevo no Governo Bolsonaro, resultou de uma articulação feita pelo atual Ministro das Comunicações e antigo apoiador entusiasta do petista Lula, Fabio Faria.

A queda de Fábio Wajngarten, que será substituído por um militar, foi antecipada e analisada em detalhes em suas implicações políticas pelo Crítica Nacional no artigo Possível Saída de Fábio Wajngarten da Secom: Uma Derrota dos Conservadores Articulada por Fabio Faria, publicado em 26 de fevereiro.

Fábio Wajngarten é mais um dos bolsonaristas fiéis que estiveram ao lado do então deputado federal e pré-candidato Jair Bolsonaro desde o primeiro momento, e que agora será preterido em favor de políticos que já fizeram parte das hostes petistas ou que nunca fizeram esforço algum para ajudar a eleger o capitão deputado para a Presidência da República.

Leia também:
Possível Saída de Fábio Wajngarten da Secom: Uma Derrota dos Conservadores Articulada por Fabio Faria


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE